Depois de assistir a uma aula, você pode sair com novos conceitos associados, ideias diferentes na cabeça e mais entendimento sobre diversos assuntos. Mas como ter certeza que tudo isso vai permanecer na mente e poderá ser aplicado no futuro? Para isso, a melhor saída é entender como nosso cérebro funciona!

O processo de aprendizagem é mais complexo do que podemos imaginar. Conhecê-lo é uma tarefa importante, principalmente no momento atual do mercado, em que adquirir novos conhecimentos é um processo contínuo e cada vez mais necessário a partir do surgimento de tecnologias, recursos e tendências. Todos esses podem nos tornar reféns se não forem dominados.

Existem inúmeras teorias de vários pesquisadores para explicar qual é o processo feito para que um conhecimento seja verdadeiramente associado. Entre as mais disseminadas está a proposta do professor Victor Hugo Ferreira Jr. Ele propõe cinco etapas principais para garantir uma aprendizagem efetiva.

Quer descobrir quais são elas e como utilizá-las para aprender mais e melhor? Confira a seguir:

Todas essas fases são importantes para que o processo da aprendizagem seja ideal. As três primeiras, especialmente, são indispensáveis para que informações novas permaneçam em nossa mente. E isso vale tanto para aquelas matérias da faculdade quanto para aprender uma nova língua, um instrumento musical, uma receita, entre outras habilidades. 

Você também pode gostar de:

Depois de tentar estudar se baseando nesse esquema, você pode ir adaptando de acordo com as suas necessidades! 

E queremos saber se essa dica ajudou vocês! É só falar conosco no Facebook, Instagram ou LinkedIn. 😉