Hoje é dia de comemorar! 🥳 Completamos 48 anos formando profissionais que fazem a diferença na sociedade e transformam o mundo.

O que começou como Fundação Educacional Regional Jaraguaense (FERJ) hoje é um dos Centros Universitários mais consolidado e reconhecido do estado. Que tal aproveitar a data para descobrir algumas curiosidades sobre a instituição de ensino?

#TBT Católica SC

Década de 1930
Local onde ficava a Metalúrgica Wetzel e hoje abriga a Católica SC da Unidade de Joinville.

1973
Quando o padre Elemar Scheid idealizou a Fundação Educacional Regional Jaraguaense (FERJ) junto com lideranças regionais.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Católica de Santa Catarina (@catolicasc)

2018
Alunos de Administração durante atividade prática na disciplina de Gestão Estratégica da Qualidade do curso.

2019
Capela do Câmpus de Joinville. Um lugar super especial para contemplar a espiritualidade de todos os que passam pela Instituição.

2019
Jogadores da Atlética Universitária de Direito que representaram o Centro Universitário nos jogos do Interlaje 2019 durante momento de concentração.

Quer conhecer mais da nossa história? Confira a nossa linha do tempo!

Quem faz a diferença na nossa história

Padre Elemar

Entre os vários protagonistas que deixaram seu nome nessa história, entre eles está o Padre Elemar Scheid. Nascido em 1936 na cidade de Lajeado (RS), ele se formou em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma na Itália. Depois de ordenado presbítero, em 1963, ele veio para Jaraguá do Sul, onde atuou como vigário-coadjutor na Paróquia São Sebastião e fundou um Grêmio da Juventude.

10 anos depois, o Padre Elemar foi responsável por idealizar a FERJ (Fundação Educacional Jaraguaense), mantenedora do Centro Universitário Católica de Santa Catarina. Ele fundou e lecionou, no primeiro curso da Faculdade de Estudos Sociais e chegou a atuar como Juiz do Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese de Florianópolis/SC. 

A trajetória do Padre ainda passa pelo estado de São Paulo, onde foi pároco e responsável pela Pastoral Universitária em 1966, conselheiro na provincial da Congregação dos Padres Coração de Jesus em 1978 e vigário-coadjutor na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes  em 1995. 

No Rio de Janeiro, foi pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e coordenador do Setor de Animação da vida dehoniana. Além disso, também foi reitor no Colégio Internacional Padre Leão Dehon, em Roma.

Em 1998, um câncer levou o Padre Elemar, mas sua história de espiritualidade  e seu legado para a educação continuam vivos, tanto em Santa Catarina quanto em todo o Brasil. Como forma de homenageá-lo, seu nome foi dado à biblioteca do câmpus em Jaraguá do Sul, bem como a rua de número 1.492 no bairro Jaraguá Esquerdo. 

Quer saber mais? Acesse e confira mais sobre sua incrível trajetória!

Em tantos anos de história, o que não faltam são histórias incríveis e indivíduos que nos enchem de orgulho! Saiba mais em nossa série #ProtagonistasCatólicaSC:

Não deixe de nos seguir nas redes sociais: Instagram, Facebook e LinkedIn e fique por dentro de todas as novidades.

Até a próxima!