Católica SC lidera pesquisa para o combate da Covid-19 em Jaraguá do Sul | Unidade Joinville
Topo do site
Inscreva-se Cursos Formas de ingresso Bolsas e Financiamentos Telefone
Início do menu
Início do Conteúdo
Capturar

Estudo permitirá a projeção da situação epidemiológica por meio de investigação com 3 mil habitantes assintomáticos, espalhados por todos os bairros da cidade, durante o mês de agosto.

Dando continuidade à parceria firmada em abril com a Prefeitura de Jaraguá do Sul e com a ACIJS
(Associação Empresarial de Jaraguá do Sul), a Católica SC dará mais um passo na série de ações para o
enfrentamento do novo coronavírus, causador da pandemia de Covid-19. Na última terça-feira, 21 de julho,
ocorreu o lançamento do Semáforo Covid-19 e da pesquisa, capitaneada pelo centro universitário
juntamente com a PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

O Semáforo Covid-19 é um painel dividido em quatro estágios: verde, ausência de pandemia; amarelo,
para alerta, situação fora da normalidade; laranja, para risco médio; e vermelho, para risco máximo. A
graduação do sistema classificatório considera o RT (taxa de contágio) e a capacidade de atendimento do
sistema de saúde.

“O Semáforo e os testes vão trabalhar em conjunto, se apoiando mutuamente. Essas iniciativas em
parceria demonstram a integração existente entre a associação comercial, a Secretaria de Saúde, a
Vigilância Sanitária, a prefeitura e a academia. Ficamos muito felizes por poder contribuir com os nossos
conhecimentos”, avalia o reitor Diogo Richartz Benke. “A partir da pesquisa, teremos uma base sólida não
somente para o enfrentamento desta pandemia, mas de outras que possam vir a surgir. Os questionários,
permitirão identificar quais são os hábitos, práticas de lazer e locais frequentados por quem está mais
suscetível à infecção. Desta forma, podemos trabalhar a prevenção de forma coordenada e estatística,
com assertividade na tomada de decisões”, acrescenta.

A campanha de testagem impactará cerca de 3 mil habitantes assintomáticos, com coletas em todos os
bairros da cidade. 1,5 mil testes serão aplicados na primeira semana de agosto e, após, um intervalo de 10
a 20 dias, a segunda etapa contará com mais 1,5 mil testes. A seleção dos convidados a participar será
randômica e levará em consideração critérios como faixa etária, sexo, comorbidade e endereço. Caso o
escolhido prefira não passar pela testagem, terá a opção de declinar.

A intenção da amostragem científica e estatística sobre a presença da SARS-CoV-2 na população é, por
meio de um algoritmo, permitir antever a realidade dos próximos dias. A inspiração para o
desenvolvimento da tecnologia veio de uma ferramenta utilizada na Alemanha, país que tem se destacado
nas ações de saúde.

O centro universitário participa da campanha de testagem por meio da atuação no grupo científico; como
responsável pela elaboração do projeto; ao fornecer o treinamento para profissionais da área da saúde da
prefeitura que vão coletar as amostras e aplicar questionário; e ao viabilizar análise e interpretação dos
resultados. A prefeitura é responsável pelas coletas das amostras e logística do processo. E a ACIJS
contribui diretamente com o auxílio financeiro para aquisição de kits diagnóstico.

Saiba o que cada cor significa:

  • VERDE: Situação absolutamente sob controle, sem pandemia.
  • AMARELA: ALERTA NÍVEL 1 – demonstra que a situação está fora da normalidade. Nesse estágio, todos os estabelecimentos que estiverem funcionando devem adotar as medidas de precaução anunciadas e orientadas, cumprir todas as orientações do protocolo de responsabilidade sanitária e social.
  • LARANJA: ALERTA NÍVEL 2 – risco médio de alerta, onde haverá restrições a funcionamento de serviços e do comércio e áreas que propiciam a aglomeração de pessoas.
  • VERMELHA: ALERTA NÍVEL 3 – risco alto, havendo necessidade de mais medidas de restrição à circulação de pessoas, reforços nas ações de fiscalização e controle diário, podendo haver necessidade de fechamento total e manutenção apenas dos serviços essenciais