Católica SC oferece cursos de graduação sob medida para quem quer empreender - Unidade Jaraguá do SulUnidade Jaraguá do Sul
Topo do site
Inscreva-se Cursos Formas de ingresso Bolsas e Financiamentos Telefone
Início do menu
Início do Conteúdo
WhatsApp Image 2020-04-22 at 17.47.28
A internet ampliou o acesso a diferentes saberes, aumentou ainda mais o repertório e interesses. Junto, vieram as redes sociais, que impulsionaram o alcance de várias marcas e pequenos empreendedores. São ferramentas que instigam e incentivam pessoas de todas as idades e classes a colocarem os seus sonhos em prática e a transformar isso em novos empreendimentos.
Nos últimos dez anos, o Brasil passou de 14,6 milhões de empreendedores para 49,3 milhões, de acordo com a pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM). De 2007 a 2017, mais que triplicou o número de pessoas entre 18 e 64 anos que exerciam alguma atividade empreendedora no país.
Ainda de acordo com a análise da Pesquisa GEM, em 2020 o país deve atingir o maior patamar de empreendedores iniciais das últimas duas décadas. Isso quer dizer que aproximadamente 25% da população adulta brasileira está envolvida na abertura de um novo negócio ou já está no comando de uma empresa com até de 3,5 anos de atividade.
O estudo também revelou que a taxa de empreendedorismo potencial em 2019: a cada dez brasileiros adultos que não são considerados empreendedores, três deles gostariam de abrir um negócio próprio nos próximos três anos.
Mas como o profissional pode descobrir se tem o perfil para empreender? Normalmente, esses profissionais pensam constantemente em construir o próprio negócio ou dar novos rumos a uma empresa já fundada. No entanto, muita gente tem a vontade de iniciar seu próprio negócio, mas esbarra na insegurança e acaba nem dando o primeiro passo.
Não existe um conjunto definitivo de características de um empreendedor de sucesso. Afinal, as pessoas têm vivências, pensamentos, oportunidades e histórias diferentes. Porém, algumas habilidades e características são predominantes entre aqueles que têm sucesso. A boa notícia é que todas elas podem ser desenvolvidas por meio do aprendizado e da prática.
Características dos empreendedores
• Paixão pelo que faz: é o que mantém a determinação e o entusiasmo do empreendedor para realizar as
atividades e se aperfeiçoar. Com paixão também fica mais fácil estimular os colaboradores, clientes e
parceiros.
• Ética: ter uma boa conduta faz com que o empreendedor adquira o respeito da equipe, criando um ambiente com honestidade e transparência. Isso gera mais satisfação e produtividade para todos.
• Resiliência: capacidade de manter o foco para encontrar saídas inovadoras e profissionais ao se deparar com dificuldades ou mudanças bruscas.
• Proatividade: partir para a ação e antecipar demandas. Por estarem atentas e dispostas, as pessoas  proativas conquistam resultados a frente de outras que não conseguem se planejar ou agir sem que alguém peça.
• Criatividade: capacidade de inovar criando seus próprios métodos. Algumas pessoas são naturalmente mais criativas que as outras, mas a criatividade também pode ser estimulada.
• Liderança: habilidade de liderar e motivar ações. É possível aprimorá-la com inteligência emocional, vontade de aprender, dando abertura para novas ideias e valorizando a opinião da equipe.
• Paciência: manter a serenidade e o equilíbrio, até mesmo nas situações mais difíceis, garante bons resultados e a continuidade dos negócios.
• Ambição: conquista de metas e propósitos como estímulo para organizar e potencializar ações.
• Autoconfiança: capacidade de acreditar em si que possibilita encontrar pontos fracos e fortes e tomar decisões de forma assertiva.
• Persuasão: habilidade estratégica para inspirar e convencer por meio da firmeza nos propósitos e apresentação de argumentos convincentes.
Características X competências
Muitas pessoas já têm as características de forma natural. Muitas outras características são competências, ou seja, habilidades que podem ser desenvolvidas a partir da prática constante. Na Católica de Santa Catarina, todos os cursos de graduação trabalham o desenvolvimento dessas competências socioemocionais, as chamadas soft skills , para preparar o estudante a lidar com os diferentes cenários que o mercado de trabalho tem.
A preparação
A oportunidade para empreender, muitas vezes, surge de uma necessidade ou de uma dificuldade, de enxergar um nicho de mercado com um bom retorno. Para se manter atualizado, fortalecer a cultura empreendedora, capacitar e inspirar pessoas para conseguir melhorar a performance do seu negócio, é necessário estar sempre atualizado, adquirir novos conhecimentos para o desenvolvimento pessoal e profissional.
Além dos cursos livres  e de pós-graduação os cursos de graduação também entram nessa lista de possibilidades.
Cursos para quem quer empreender
Com a rápida transformação de mercados e com as oportunidades de inovar, muitas profissões assumiram o caráter de empreendedorismo. Ou seja, os cursos agora dão um grande destaque para as matérias teóricas e práticas que abordam o assunto.
Por ser uma demanda recente, os cursos tradicionais estão se transformando e muitos passaram a abordar disciplinas como marketing, modelos de negócios, gestão de projetos e riscos, negócios digitais, inovação, comportamento do consumidor e muito mais. Durante o curso, é possível adquirir conhecimentos técnicos amplos e aliados ao empreendedorismo com aprendizado mais específico.
Administração
O profissional de Administração  é versátil, ele consegue controlar desde as finanças da empresa, passando pela logística, até o marketing. Essa formação acadêmica certamente é uma graduação para empreendedores, tendo em vista a variedade de disciplinas que compõem a grade curricular.
Com um embasamento teórico e técnico completo, o administrador sabe criar a própria empresa, considerando todas as áreas do negócio para que seja bem-sucedido. Ele tem o domínio das estratégias e ferramentas certas para fazer uma análise dos resultados da empresa e minimizar prejuízos, também consegue criar ofertas com forte apelo atrativos para seus potenciais clientes.
Publicidade e Propaganda
Publicidade e Propaganda  faz parte das áreas que oferecem diversas oportunidades de atuação. Esse segmento trabalha fortemente com a estratégia de encantar um cliente. Seja atuando no planejamento de marketing, que é essencial para qualquer empresa se destacar, na parte de criação visual ou na redação criativa.
O profissional de publicidade e propaganda domina o relacionamento público, com a possibilidade de empreender de uma forma bem estratégica em consultorias de branding, marketing de conteúdo, growth hacker, entre outras oportunidades.
Ciências Contábeis
Ter afinidade com números e contas não é o suficiente para compreender e ter a melhor performance do setor financeiro de uma empresa. A capacitação profissional é imprescindível para que o empreendedor seja mais estratégico em suas decisões. Nesse caso, o curso de Ciências Contábeis  é a escolha adequada para a formação. A dificuldade dos brasileiros, pessoas físicas e jurídicas, de cuidar das finanças abre um leque de soluções inovadoras de contabilidade que podem fazer sucesso no mercado.
Engenharia de Software
A área de tecnologia é a que impulsiona todo o mercado. São as inovações realizadas nesse campo que determinam a aceleração e as transformações de todos os segmentos, fazendo antigas profissões desaparecem e muitas outras surgirem.
A tecnologia possibilita o crescimento saudável das empresas, além de proporcionar inúmeras facilidades no processo de produção, no dia a dia das equipes envolvidas e na rotina dos consumidores da marca. É possível empreender na criação de aplicativos, no desenvolvimento de soluções de terceirização e oferecer consultoria para grandes organizações. O curso de graduação ideal para esse cenário pode ser o de Engenharia de Software.
A grade curricular do engenheiro de software aborda as tendências de tecnologia e empreendedorismo e prepara o profissional para identificar demandas e soluções nas mais diferentes áreas, a fim de oferecê-las antes da concorrência.
Engenharia de Produção
O curso de Engenharia de Produção tem um amplo campo de atuação. O estudante constrói conhecimento em termos de visão global das áreas técnicas e de gestão de uma empresa.
Durante o curso, passa por disciplinas como conceitos de administração, gestão de pessoas e desenvolvimento de equipes, contabilidade empresarial, comunicação e negociação, engenharia econômica, automação industrial, eletrotécnica e eletrônica.
Com essa formação, o profissional é capaz de avaliar a qualidade dos processos e produtos de uma empresa, garantir entregas de alta qualidade e adequadas às expectativas de mercado e criar um negócio que traz a confiabilidade das soluções de engenharia aliada às contribuições de outras áreas.Empreendedorismo e Gestão
Optar por um curso de gestão é garantir uma imersão intensiva em uma série de disciplinas necessárias para administrar uma empresa, independente de qual for setor de atuação. Cursos como Gestão de Empreendedorismo , Gestão EmpresarialGestão Comercial Gestão Financeira ou Processos Gerenciais capacitam o profissional para utilizar informações financeiras, contábeis, de gestão e de marketing para tomar decisões, realizar planejamentos
estratégicos, exercer a liderança, negociar e acompanhar o faturamento e fluxo de caixa com o melhor entendimento dessas atividades.