Quarentena: 8 dicas para manter a organização e estudar em casa | Unidade Jaraguá do Sul
Topo do site
Inscreva-se Cursos Formas de ingresso Bolsas e Financiamentos Telefone
Início do menu
Início do Conteúdo
Young student with laptop

Em tempos de pandemia, o momento é de reclusão para não sermos agentes de disseminação do COVID-19 a grupos mais vulneráveis. E também de encontrar maneiras para se adaptar nessa quebra de rotina de aulas.  

Esse período pode ser proveitoso para colocar em dia algumas atividades que sempre ficam para depois. Criar e otimizar alguns hábitos impactam de forma positiva na sua rotina e você pode conciliar com mais tranquilidade outras atividades, como estágio, trabalho e atividades físicas. Mas só quando a fase da quarentena passar, viu! 

As aulas não mudam para os estudantes do EaD
Os alunos da graduação a distância seguem com as aulas mantidas normalmente na plataforma, como estipulado no calendário acadêmico. Somente os encontros presenciais, como provas, aulas práticas e demais atividades serão reagendadas.

Estudantes dos cursos presenciais terão aula diferenciada on-line
As aulas presenciais estão suspensas, mas as atividades não param. A partir da próxima segunda-feira (30/03), os estudantes da graduação presencial receberão atividades no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) com os professores conectados no mesmo dia e horário que estariam nas aulas presenciais.

Nossos coordenadores e professores estão adequando as atividades para este período, a fim de que seu semestre não seja prejudicado.

Você está recebendo mais detalhes sobre essas atividades via e-mail acadêmico e também no Portal do Aluno.

Vale acompanhar as nossas redes sociais, FacebookInstagram e Twitter, onde também publicamos atualizações.  

Confira a seguir algumas dicas para estudar em casa e não perder o ritmo do semestre:

1. Mantenha uma rotina de estudo
English homework
Nos primeiros dias de reclusão, até dá para dormir mais e aproveitar o dia para ficar por dentro das novidades dos streamings que a gente ama. Mas é muito importante seguir uma rotina, mesmo nesse período em que as aulas foram suspensas.

É o momento de ir atrás das referências que os professores indicaram em sala de aula e tudo aquilo que você ainda não viu. Os livros então, pode ser agora a vez de colocar em prática a leitura diária. Que tal ler 20 páginas ainda hoje?  

Também vale revisar conteúdos e anotações, assim a informação continua “fresca” para o retorno das aulas.

2. Não fique de pijama!
Se você deseja manter o ritmo dos estudos, nada de ficar de pijama o dia todo!

Estar de pijama é garantia de que vai dar vontade de se encostar na cama e tirar um cochilo no meio da tarde. E o que era para ser apenas um rápido descanso de 20 minutos, pode virar duas ou três horas de sono. E a preguiça depois? Com certeza você vai acordar se perguntando: por que eu fiz isso? 

Levante, tome café e troque roupa. O seu dia será mais produtivo assim!

3. Use aplicativos para melhorar sua forma de estudar
03_use_o_Google_Keep_para_organizar_suas_anotações
Você sofre para conseguir manter o foco e se concentrar? Alguns aplicativos podem ajudar a transformar o seu estilo de estudo.

A técnica Pomodoro está cada vez mais popular entre as pessoas que desejam melhorar a produtividade, seja na área dos estudos ou do trabalho. Ela consiste em gerenciar o tempo que você utiliza para exercer tarefas, evitando a desatenção e a temida (e muito famosa) procrastinação.  

Você deve utilizar um cronômetro para dividir as realizações das atividades em períodos de 25 minutos, com breves intervalos de 5 minutos entre elas. Então, realize a tarefa por exatos 25 minutos. Pare, descanse 5 minutos. Volte e faça mais 25 minutos, e assim por diante.    

Depois de concluir quatro etapas de 25 minutos de produtividade, a sugestão é descansar 15 minutos. Simples, né? Existem vários apps que desempenham essa função, o Focus To-Do é um deles. 

Para deixar as anotações sempre organizadas, o Evernote ou o Google Keep podem ser seus aliados. Com eles, você terá um overview bem legal dos conteúdos do semestre, das diferentes disciplinas e cronograma de atividades. Assim, vai ser mais fácil para fazer revisões e estudar para o período de provas.  

Ah, aplicativos desse estilo também ajudam a organizar as ideias de projetos profissionais e pessoais.

4. Permaneça conectado com seus colegas
African American Girl In Headphones Using Laptop Lying On Bed
O encontro presencial está temporariamente suspenso neste momento, e ficar muito tempo em casa pode bater uma bad. A dica é manter contato com os seus amigos, para tirar dúvidas, trocar referências de estudos e ficar por dentro dos novos stickers e memes também.

5. Defina o seu local de estudos
College Girl Female Student Studying At Night
Com certeza você conhece alguém que consegue estudar em qualquer lugar. Mas a grande maioria dos estudantes se distrai facilmente. Por isso que é muito importante escolher um ambiente tranquilo e organizado, garantindo que você não seja distraído pelo que acontece à sua volta.

6. Filmes, séries e documentários em dia
Woman on sofa watching tv changing channel with remote
Tudo está meio estranho, mas vamos tentar aproveitar esse momento de reclusão para se entreter e aprender também.

Lembra daquela série que nunca dava tempo para ver? Ou dos filmes dos Oscar que você prometeu que um dia ia assistir. Essa é chance de dar o play nos itens da “Minha Lista”.

7. Respeite os horários
É necessário fazer pausas semelhante às que acontecem durante as aula presenciais. E nada de virar a noite estudando. Também não se esqueça de se alimentar e se hidratar adequadamente.

8. Movimente-se!
Entre as pausas, aproveite para se alongar, caminhar pela casa e esticar as pernas. Determine um horário do dia para você fazer um exercício da sua preferência. Lembrando que é bom adaptar a atividade física  para o ambiente interno.

Lembre-se: o momento de reclusão é muito importante. Evite aglomerações, lugares fechados e lave as mãos regularmente. Cuide de você e das pessoas ao seu redor, que já já, a gente se encontra novamente.

Bons estudos!

Fontes: Guia do Estudante e Descomplica.