Anselmo Ramos é o novo presidente do Conselho Curador da Ferj | Unidade Jaraguá do Sul
Topo do site
Inscreva-se Cursos Formas de ingresso Bolsas e Financiamentos Telefone
Início do menu
Início do Conteúdo
anselmo

Desde 13 de novembro, Anselmo Ramos é o novo presidente do Conselho Curador e da Ferj (Fundação Regional Jaraguaense), instituição mantenedora da Católica SC. A função coroa um envolvimento sólido e perene com o centro universitário. “Participei da transição e de toda a aliança que foi feita entre a Ferj e a APC, na época, com o Grupo Marista. Comecei como membro titular do Conselho em 20 de outubro de 2009 e, por força de regimento, atuei como suplente para depois retornar como titular, na função de presidente do conselho”, conta Anselmo.

“Precisamos ressaltar a importância de termos um profissional com destaque muito grande, não somente pelas capacidades de gestão, mas também capacidade de articulação e entendimento do mundo acadêmico e executivo. A atuação dele representa um elo facilitador, o que vai ao encontro da nossa busca de estreitar sempre mais a conexão entre os conhecimentos teóricos e práticos. É necessário também destacar a grande experiência já demonstrada pelo Anselmo como conselheiro da Católica nos últimos anos, colaborando para a definição de todos os planos estratégicos. É um grande ganho contarmos com ele, pois já tem o histórico do centro universitário e isso fará a diferença para o nosso futuro na região do Vale do Itapocu, de Joinville e de litoral, onde estamos inseridos”, avalia Diogo Richartz Benke, reitor da Católica SC.

Anselmo irá acumular o desafio com a presidência da Acijs (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul).  Ele pretende dar continuidade na execução do planejamento estratégico prévio e atuar fortemente no entendimento das necessidades que surgem no segmento. “O mundo está em constante mudança, assim como a forma de trabalhar. Há profissões que, em cinco anos, nem existirão mais. O público tem exigido novas ofertas e formas de adquirir conhecimento e, por isso, o ensino precisa promover o empreendedorismo e inovação, além de ter qualidade e atender aos propósitos, sem deixar de lado o nosso diferencial inerente de formar profissionais integrados, com expertises técnicas e valores humanísticos”, avalia o presidente do Conselho.

Uma tendência que merece atenção especial pela demanda crescente, na visão novo presidente, é a da Educação a Distância (EaD). “É uma grande oportunidade para quem são se adequa ao modelo presencial ou quer fazer uma segunda formação para complementar o currículo”, afirma Anselmo.